Aprenda como calcular preço e viver de artesanato de forma empreendedora

Saiba mais sobre o CURSO ONLINE no EDUK: bit.ly/CursoJoEduk

Se você tem dúvidas como estas abaixo, este curso é para você!

- Estou cobrando um preço justo no meu produto?
- Como fazer para ter dinheiro para participar de feiras?
- Qual desconto devo dar para esse cliente que quer comprar em grande quantidade?
- Qual produto vale mais a pena divulgar?
- Será que vale a pena terceirizar?
- Quanto custa abrir um loja online? Vou ter que cobrar mais pelos meus produtos?



E PRINCIPALMENTE:

- Quanto estou recebendo?
- Quanto estou gastando?
- Vendo muito mas o dinheiro nunca aparece. Está valendo a pena?

Geralmente começamos no artesanato como hobby e viramos "a arteira da família"! 
Começamos a vender para amigos e parentes e nem sabemos direito como cobrar.
As produções vão sendo mais procuradas e o click vem: "acho que posso aumentar/criar renda com essas peças!"
Abrimos uma loja virtual, e muitas outras funções começam a aparecer!
Agora, além de produzir precisamos fotografar as peças, cadastrá-las na loja, fazer a divulgação, escrever num blog e fanpage da loja, criar promoções, sorteios, divulgar, responder e-mails dos clientes, pesquisar novos fornecedores, fazer a "tesouraria" do negócio, embalar as encomendas e levá-las para o correio... e muito mais!
A partir desse momento, o ideal é que deixemos para trás a "cabeça de arteira" e comecemos a pensar como "empreendedora criativa"!
Mas, às vezes é difícil! Por onde começar? Como continuar?

Meu intuito é sempre clarear e facilitar as coisas tanto para quem está começando quanto para quem já está no mercado e quer ver seu negócio do coração crescer! 
Vamos começar a pensar com mente EMPREENDEDORA, porque:



Fizemos um bate-papo sobre o assunto e que você pode ver no meu canal no Youtube. A idéia é:




-----------------------

Me baseei numa planilha de custos ensinada pelo Sebrae e traduzi para a nossa realidade de artesãos!

Esse conteúdo permaneceu gratuito por mais de 1 ano no blog, e agora todo o curso e planilha de custos ensinada foi para o www.lapidando.com.br. 

O Lapidando surgiu porque percebi a necessidade de atender todos que precisavam de orientações, porém com um valor mais acessível.
Através do site consigo trazer cada vez mais informações necessárias para que todos cresçam!

A ideia é que, ao invés de pagar mais de R$ 100,00 por um único curso, no Lapidando você paga R$ 29,00 no mês (não tem carência de permanência), e tem acesso a todos os cursos, planilhas, material complementar, e ainda pode tirar todas as suas dúvidas diretamente comigo e com a equipe pelo fórum de cada curso. 
Para saber mais acesse www.lapidando.com.br ou envie e-mail para suporte@lapidando.com.br.


--------------------------


Essa planilha é preenchida uma única vez e através dela, vamos achar um índice de comercialização para achar o preço de venda dos produtos de forma rápida e fácil.

Basicamente, o preço de venda é composto por 4 itens:



Quanto eu PAGO para produzir o produto, incluindo MATERIAL e MÃO-DE-OBRA. Pense, a partir de agora, em quanto você vai PAGAR pela mão-de-obra do produto, mesmo sendo você mesma a produzir o produto. 




São despesas que eu tenho cada vez que eu vendo um produto. São porcentagens como comissões pagas à vendedores ou plataformas como o Elo7, porcentagens de cartão de crédito (Moip, Pag Seguro, etc), impostos como ICMS (não colocamos o MEI aqui, ta!). 




São as despesas que eu tenho todo mês, MESMO QUE EU NÃO VENDA NENHUM PRODUTO.
Ai se enquadram:
- os valores fixos que eu pago todo mês como internet, luz, MEI, mensalidades de plataformas como Divitae;
- os valores que eu não pago todo mês mas pago pelo menos uma vez por ano, como manutenção de equipamentos, domínio .com.br, cartuchos de tinta (vou ensinar a fazer a média mensal desses valores);
- valores definidos para o marketing da loja (divulgação, sorteios, etc)
- PRÓ-LABORE: é o seu salário para fazer todas as atividades que a loja exige. Lembre que a produção em si já está sendo paga no item Custos do Produto. Aqui você vai fazer um cálculo de quanto deve ganhar para fazer todo o resto de funções que exerce na loja, ta! ;-)
- Provisões para o seu 13.º e férias (você merece!)

Como as despesas fixas entram como porcentagem, você deve somar todos os valores que especificou como despesas fixas mensais e depois dividir pela sua MÉDIA ou META de faturamento mensal, que é quanto você vende por mês.




É DA EMPRESA, e não seu! 
Você recebe o pró-labore que é o salário para exercer todas as funções que tem na loja, e que está especificado nas Despesas Fixas (2). 
Se produzir as peças, também vai receber o valor especificado para mão-de-obra lá nos Custos do Produto (1).
O lucro existe para ser reinvestido na própria loja e assim, fazê-la crescer! Pode ser usado para comprar novas máquinas, ou para pagar um curso para você melhorar suas técnicas, ou para mais divulgação, ou até para participar de feiras que vão tornar sua loja mais conhecida.


Tendo todas essas informações de forma clara na planilha, podemos tomar decisões de quanto cobrar, quanto desconto dar, como investir ou poupar dinheiro, etc.







Gostou, então acompanhe os outros posts e compartilhe!

Até a próxima!

***************
Saiba mais sobre o CURSO ONLINE no EDUK: bit.ly/CursoJoEduk