7 PASSOS PARA EMAGRECER SEM PASSAR FOME

[Eu havia postado esse texto no blog da Banana-cazza em novembro de 2012. Agora, janeiro de 2013, resolvi postar por aqui também com algumas observações porque, com as festas de final de ano sai um pouco da linha de raciocínio ai embaixo (quem não?). Então, sempre é bom relembrar!]

Eu queria compartilhar com vocês algumas coisas que aprendi sobre emagrecimento, já que desde setembro de 2012 até agora (novembro/2012) eu já emagreci 6 kg sem passar fome...

Junho/2012: bração e papinho... Isso porque vocês não viram o tamanho do "pandeiro"! =P



A primeiríssima coisa que você tem que fazer quando quer emagrecer é:


Salgadinhos, leite condensado, bolacha recheada, cerveja... Essas coisa só servem para fazer você cair em tentação! O melhor é não comprar pra deixar em casa.

Ao invés disso, compre bastante fruta doce, por exemplo: banana, manga, mamão, abacate... Essas que tem mais "massa" que água! E não vai colocar açúcar na fruta! Se não aguentar, coloque um pouco de adoçante.
Se te der fome, é só comer uma fruta dessas que já dá uma saciedade. Por mais que manga, por exemplo, tenha muitas calorias, é bem diferente comer uma manga inteira (quando estiver com muita fome), e comer um pacote de bolacha recheada.

Receita de Salada de frutas com creme de manga - Doces e Sobremesas
(clique aqui para ver essa receita de Salada de Frutas com Creme de Manga)


A segunda coisa que deve ser feita, e que todo mundo sabe disso mas não faz é:





Isso é sim muito importante! Porque se você acorda e toma um café com leite e como um pãozinho de forma, por exemplo, e depois só vai almoçar ao meio dia ou uma hora, seu estômago já vai estar "lá atrás" (e às vezes você nem percebe), e ai vai acabar colocando muito mais comida no prato.
Então, tome um café de manhã, com uma bolachinha (sem recheio, por favor!), ou um pãozinho de forma integral. Depois de umas 2h, coma uma fruta ou então umas bolachinhas de água e sal (tem uma integral da Nestlé maravilhosa e com poucas calorias), ou uma barrinha de cereal. E depois de 2h, almoce.
Siga assim durante todo o dia! 2h depois do almoço, tome um café com pãozinho ou qualquer outra coisa que faça o seu estômago saber que você o está abastecendo (não vai comer um mousse de chocolate, né!).
Dai, quando der umas 6 ou 7h da noite, jante! Se você não jantar, vai ficar comendo mais lanchinhos e depois ainda vai jantar tarde. Todo mundo sabe que não é legal comer muito à noite!

[Eu percebo que quando como de 3 em 3 horas durante o dia, quando chega a noite não estou com fome. Mas, quando sou relapsa com a minha alimentação durante o dia, a noite eu fico com aquele desespero, abrindo a geladeira toda hora!]
[Veja que legal essa matéria aqui sobre lanchinhos que você pode ter em sua gaveta no escritório]



A terceira coisa é:




No almoço e no jantar coma sempre dois pratos: o primeiro cheio de verduras e/ou legumes, e o segundo com o prato principal.
Eu faço isso e é maravilhoso! Faço um pratão de salada com tomate, alface, beterraba, cenoura ralada e o que mais tiver de verdura e legumes. Às vezes rúcula ou agrião (estraga muito rápido aqui em casa). Um palmito também é uma delícia!
Ou seja, não é só mato, entende! Tem legumes também.
Depois eu faço o outro prato e, pode ser psicológico, mas parece que eu já estou repetindo o prato! Dai coloco um pouco de arroz (umas 3 colheres de sopa), um pouco de feijão e um pouco de "mistura". Quando tem legumes junto com a carne, por exemplo, eu pego mais legumes do que carne.
Depois eu ainda como uma fruta, ou tomo um iogurte.
Sério, eu saio da mesa com a sensação de que comi um boi!!!



A quarta coisa a se fazer é:




Use sua inteligência e substitua alimentos muito calóricos pelos mesmos alimentos contendo menos calorias e mais saudáveis.
Ex: leite integral por leite desnatado;.margarina normal por margarina light; maionese normal por maionese light. Pão normal por pão integral; arroz branco por arroz parboilizado ou arroz integral; suco de pozinho por polpa congelada, etc.
Isso faz diferença! 
É só não ir pegando a primeira coisa que tem na prateleira do mercado.
Eu por exemplo, quando compro "danone" para a Luiza, sempre escolho aquele que tem mais vitaminas.
Quando compro bolacha waffer para ela, sempre comparo e compro a que tem menos sódio.
Esse tipo de escolha é simples, muitas vezes o produto não é mais caro que os outros, e você está comendo o mesmo alimento, só que menos calórico ou mais saudável.

[Por exemplo, comparando um pão de forma "branco" e um integral, vemos que o integral tem muito mais fibras (que é o que faz você ir mais ao banheiro), menos sódio (que faz você desinchar), e uns tem até vitaminas e ômega 3.]

(Pão integral, queijo branco, um pouco de mel ou adoçante, bolo caseiro, frutas, leite desnatado, e por ai a fora. Imagem daqui)


A quinta coisa a fazer é:





Como diria meu pai, "é só uma nesguinha"... Procure deixar para comer umas coisinhas a mais somente de sábado e domingo
Não faça greve de tudo o que tem chocolate e álcool durante muito tempo, porque você não vai aguentar e quando for comer vai acabar engordando o dobro do que emagreceu!
Então, se num sábado você for numa festa, por exemplo, coma os salgadinhos e o bolo.
Mas coma pouco, poxa! Não vai se encher pela semana toda, né!
Se você for visitar a sogra no domingo e ela tiver feito aquele bolo maravilhoso de cenoura com chocolate, coma! Não vai fazer desfeita nem para a sogra nem para o seu estômago. Mas coma só um pedaço. Não coma metade do bolo!




"Não gosto de fazer exercícios", ou então "não tenho tempo", etc.
Eu não estou fazendo exercícios físicos por enquanto. Isso está planejado para março de 2013.
[comecei no dia 25 de fevereiro de 2013! \o/]
Mas se você puder exercícios é ótimo, claro! E o principal é fazer uma atividade que lhe dê prazer. Não adianta entrar na academia se você odiar, porque você vai aguentar no máximo uns três meses e depois vai desistir.


[Enquanto você não começa uma atividade fora de casa, como academia, dança ou natação, por exemplo, lembre-se sempre que você tem escolha! Escolha subir de escada ao invés de usar o elevador. Escolha estacionar o carro um pouco mais longe do que de costume para andar um pouco mais até o seu destino. São coisas simples que fazem uma diferença danada no resultado.]



Agora, pense bem! Se você está precisando emagrecer (como eu estava), e não está conseguindo, algum motivo emocional tem.
Aquela coisa: "Ai, mas eu não como muito!" Não almoça nem janta, mas está toda hora comendo um pãozinho, um docinho, ou outro "inho"...
Pense que pode ser por ansiedade, por solidão, por medo de perder alguma coisa (inconscientemente, nem os quilos você acaba querendo perder...), ou por qualquer outro motivo.

Agora, pense no porquê você quer emagrecer. "Ah, para ficar mais bonita, para me sentir bem, para ter mais fôlego, para ter mais saúde, para melhorar minha auto-estima, para não sofrer com piadinhas..."
Para realizar alguma coisa temos que ter um motivo muito forte! Por que se essa coisa for difícil e o motivo não for tão especial assim, a gente acaba desistindo no meio do caminho.


Novembro/2012: O papinho sumiu, o braço diminuiu e as calças estão beeem largas!



Encontre um motivo REALMENTE IMPORTANTE PARA VOCÊ! Só assim você vai conseguir emagrecer...

Até a próxima.